6 de ago de 2011

Considerações pessoais sobre o julgamento do Mosaicos com fator!

Considerações pessoais sobre o julgamento do Mosaicos com fator!










Amigos...


Gostaria de usar esse espaço para citar as minhas opiniões pessoais a respeito da seleção e julgamento dos Mosaicos com fator.


Como a grande maioria deve saber, a OMJ (Ordem Mundial de Juizes) decidiu impor que os Mosaicos com fator, no Brasil, deveriam ser julgados com as penas de asa e cauda sem colorir.


O corpo de juizes responsável e presente na ditada reunião, fez com que se fizesse um processo de transição em 3 anos. O que foi muito nobre da parte desses eu admito. Parabéns a eles.

Mas, vamos aos fatos:

Muitas polêmicas e críticas apareceram quando tomamos conhecimento dessa resolução, o que é absolutamente normal em qualquer situação de mudança, praticamente uma "carnificina". Porém, passado o Campeonato Brasileiro, onde pude ver alguns exemplos de canários assim cheguei a algumas conclusões que venho aqui compartilhar com o pessoal seguidor.

Sob o meu ponto de vista, os Vermelhos Mosaico machos e femeas e os Marfins Mosaicos de linha clara ficam extremamente mais belos e interessante citar que as "zonas de eleição", ou seja, a localidade na plumagem onde deve-se manifestar lipocromo fica extremamente mais visível. E deixa o exemplar, a meu ver, mais belo!

No caso da linha escura, pouco ou nada se nota de diferença em relação a qualidade geral do canário e a economia de xantina é significativa sem duvida alguma. Talvez nos diluídos tenha um detalhe ou outro que deixa o canário melhor visto, porém, a meu ver novamente, superficial a diferença.

E para minha surpresa, saiu uma nova decisão no mesmo orgão (OMJ) onde se impõe a regra aos lipocromicos e deixa a critério do criador no tocante a linha escurta. Atitude bastante sensata e digna de aplausos para todos.

Quanto ao manejo, eu e meu irmão, como criadores de vermelhos mosaico e marfim mosaico (aliás nosso quarteto de VM MF MS MC ficou em 2º no CB.. ;D), não acho que tenhamos tanta dificuldade assim. E nós criamos IN, NV e MS e a tarefa se torna bastante simples e alguns conselhos eu listo abaixo:

1 - Colocar em voadeiras separadas os filhotes de mosaicos;

2 - Como a xantina é colocada e misturada fresca todos os dias na farinhada, basta fazer a farinhada, tratar os casais de mosaico que devem ser listados para facilitar da gaiola numero 1 em diante, e misturar a xantina. Matematicamente o tempo perdido é minimo e o resultado vai valer a pena;

3 - Deixar poucos filhotes por voadeiras de mosaico e colocar um numero significativo de poleiros nessas voadeiras para se evitar que as penas se quebrem por brigas ou coisas do tipo;

4 - Dividir as porções de farinhada em 2 potes ou mais na voadeira para diminuir o atrito, como dito acima;

E é isso, muito boa sorte com a criação de todos e que tenham um excelente ano com média alta e qualidade ainda mais alta!!