17 de out de 2010

ESPECIES DE AGAPORNIS

Origem: África

Longevidade: até 15 anos

Reprodução: 12 filhotes/ano, por casal

Número de Espécies Conhecidas: 9

Mutações: Inúmeras

Espécies mais Comuns:
  • Agapornis roseicollis











  • Agapornis personata












  • Agapornis fischeri
 












  • Agapornis nigrigenis

 












  • Agapornis lilianae


Agapornis - Diferenciação entre as Espécies
Por: Servacio de Brito - © 2001
Caracteristicas Gerais:

1) Plumagem do corpo: A cor original do agapornis selvagem é verde. No estágio atual há duas classes de coloração: verde e azul. A partir destas surgiram outras cores e matizes como: verde musgo, amarelo, azul claro, azul escuro, cinza e outros.
Caracteristicas que diferenciam as espécies:

1) Máscara: compreende a coloração da plumagem da face, cabeça e pescoço (babador)
2) Anel: trata-se de um círculo branco carnudo em volta dos olhos.
3) Diformismo sexual: quando machos e fêmeas podem ser distinguidos pela sua aparência.
ESPÉCIEMÁSCARAANELDIFORMISMOCOMENTÁRIO
A. personataNegra. Colar em volta do pescoço e babador de cor clara (amarelo-limão ou cinza)SimNão
A. fischeriLaranja brilhante. Na classe azul a máscara é branca.SimNão
A. lilianaeLaranja escuroSimNãoOlhos de cobra: Pupila clara e Iris escura
A. nigrigenisCabeça marrom. Bochecha negra. Peito laranjaSimNão
A. roseicollisPêssego - RosadaNãoNãoO mais comum
A. canusCinzaNãoSim
A. pullarisVermelhaNãoSim
A. tarantaTesta laranjaNãoSim
A. swindernianusVerde claroNão-Pouco conhecido
Hibridação:

Pelo cruzamento entre espécies diferentes obtem-se a transferência de caracteristicas genéticas para os descendentes, criando-se assim as mutações. A espécie roseicollis é a que possui maior numero de mutações, ou seja, suas caracteristicas são as que predominam nas mutações em que participa. Por esta razão é a espécie preferida para criação de novos tipos.
Iniciar a criação de Agapornes
Por: Servacio de Brito - © 2001
Escolha um tipo de agaporne que lhe agrade. Peça mais informações na loja de pássaros. Para ajudar na escolha, segue algumas caracteristicas da ave.

O agaporne é parecido com o periquito, porém um pouco maior. Vive em plena atividade: vôa, canta, corta materiais, dependura-se, anda pelo chão etc. Apesar dos agapornes serem bígamos, o acasalamento chama bastante a atenção. Os casais, sempre juntos, coçam-se e trocam comida de bico a bico.

O agaporne mais comum é de cor verde, face e pescoço vermelhos e bico branco. Existem várias espécies e colorações da plumagem. As cores mais encontradas são: verde, amarela, azul e seus matizes. Também o bico sofre variações de coloração. O acasalamento de tipos diferentes fornecerá filhotes mesclados, criando muitas possibilidades de matizes.

O melhor do agaporne é a sua tagarelice, ou seja, o seu canto, o seu palrear. Por isto não vale a pena ter um só. Tenha alguns, ou melhor, prefira casais. Estando felizes estarão tagarelando.

Na loja de pássaros, o vendedor identifica o macho e a fêmea. Para ele não é dificil. A técnica consiste em segurar a ave com uma das mãos e com a outra apalpar o seu ventre. Sendo fêmea sente-se o "oveiro"

Para criar o agaporne, considero que a melhor opção é um "viveiro". Por se tratar de um pássaro de porte graúdo, ele requer algum espaço para mostrar toda a sua vivacidade e beleza. Por isto, jamais recomendaria gaiola.

Para instalação de um viveiro, há duas alternativas:

a) Viveiro pronto, construido com grades de arame, vendido nas lojas. Os tamanhos mais comuns são para um e dois casais. São encontrados vários modelos, inclusive modelos decorativos.

b) Viveiro a ser construido em sua propriedade, a seu gosto. Neste caso, veja na próxima página, algumas dicas sobre "Como Construir um Viveiro para Agapornes".

4 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo trabalho.Estou seguindo teu blog, meu filho menor adora agapornis, e em intimou a comprar um casal para ele iniciar sua criação. Seu blog me ajudarámuito, se quiser, convido-o para conhecer meu blog também.
    http:feeticaecidadania.blogspot.com
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Vc sabe como eu distinguo macho ou femea?

    ResponderExcluir
  3. se for nova o mais seguro é fazer dna, se já for adulta, só a fêmea carrega material para o ninho.
    Se eu estiver errado podem mim corrigir ok?

    ResponderExcluir