28 de out de 2010

Periquito Australiano Acasalamento

Acasalamento

Periquito
Após analisar e procurar um companheiro, o periquito escolhe o par ideal para formar sua família, esse parceiro será durante toda a vida, sempre mantendo-se fiel um com o outro. O macho fica sempre perto da fêmea e espanta qualquer outro macho que estiver por perto.
Ele a alimenta durante boa parte do dia, e ela sempre aceita as carícias dele. Ao beijar a fêmea, o macho arrepia as penas da garganta e da testa para impressiona-la, dá leves bicadas em seu bico e sobe e desce a cabeça rapidamente num movimento frenético e tenta convencer a fêmea ao acasalamento.
As pupilas dos olhos do macho diminuem, tornando-se um pequeno ponto, isso revela quanto o macho está excitado.
Ele tenta por um dos pés nas costas da fêmea, mas ela sempre recusa as primeiras tentativas. Então o macho tenta se acalmar, voando de um lado para o outro, de um puleiro para outro, em seguida tenta novamente e a fêmea vai cedendo aos poucos até que concorda com o acasalamento.
Depois do primeiro acasalamento com o macho, a fêmea que irá propor os próximos acasalamentos provocando o macho com movimentos excitantes, abaixando-se no puleiro, levantando bem a cauda e a cabeça, então o macho compreende o que a fêmea está querendo e põe seus pés sobre suas costas.

Postura dos ovos

Depois de mais ou menos 2 meses após o acasalamento, a fêmea põe seu primeiro ovo. Nesse período a fêmea tem costumes de fazer suas necessidades no mesmo lugar, não se espante, é normal. As narinas da fêmea fica completamente lisa e marrom. É muito importante que haja um ninho, pois se não houver, a fêmea tem de sofrer muito para liberar o ovo no puleiro, e o mesmo será ignorado e destruído. Geralmente a fêmea põe cerca de 3 a 5, mas pode chegar de 7 a 11, então devemos colocar os ovos restantes, que passarem de 5, a outras fêmeas que estejam chocando ou livrar-se dos ovos, pois se deixar a fêmea com mais de 5 ovos, esses ou todos poderão ser chocados incorretamente. A fêmea põe 1 ovo a cada 2 dias.
OBSERVAÇÃO 1 - Muitos machos tem costume de destruir os ovos no ninho, e para que ele perca este costume deve-se colocar ovos falsos antes da postura para que o macho veja que não é possível destruí-los.
OBSERVAÇÃO 2 - Caso um ovo se quebre no ninho, a fêmea se encarrega de elimina-lo, caso não elimine você mesmo pode retirá-lo para manter o ninho limpo

Incubação

Logo que a fêmea põe seu primeiro ovo, ela já começa a chocá-lo, por isso os filhotes não nascerão no mesmo dia. A fêmea sai raramente do ninho, somente para fazer suas necessidades, ela é alimentada pelo macho, que permanece sempre por perto para vigiar, sempre alerta. Se a fêmea perceber um ruído ou algo estranho ela põe sua cabeça para fora do ninho, por isso é muito importante que o ninho esteja em um lugar seguro. Após uma semana, depois que a fêmea colocou todos os ovos, você deve inspecionar o ninho sempre para ver como a fêmea está, pois nesse período a fêmea fica debilitada. Após 18 dias de incubação, os filhotes começam a nascer.
Quanto os filhotes, o único cuidado que você deve ter é para que não caiam do ninho, conforme dito na categoria "O ninho".

Nenhum comentário:

Postar um comentário