24 de ago de 2011

Saude nos canarios

Alho


Relativamente a este produto natural, o mesmo também é utilizado na canaricultura.
No meu caso, utilizo juntamente com as papas sejam papas com corante ou não. Em cada kilo de papa adiciono um  de 50 grs. de alho em pó ou moído.
Se for na altura da criação adiciono ainda cerca de 100 grs de germen em trigo, produto com elevado grau de proteína.
Existe também em óleo e capsulas.
Ainda pode ser utilizado na seguinte maneira:
Colocar 1 dente de alho dentro de 1 litro de água de um dia para o outro e dar aos canarios. Pode esmigalhar o dente pois actua mais depressa na agua.
Repetir uma de 15/15 dias.

Beneficios do Alho

alho, garlic
Allium sativum é a sua designação em Latim e referimo-nos ao alho comum.
Regra geral quase todos nós utilizamos os dentes de alho na nossa alimentação como tempero, a verdade é que ele tem mais propriedades agradáveis além do paladar.
Muito utilizado, desde a antiguidade, os estudos têm vindo a comprovar a sua real eficácia. Outrora as pessoas comiam ou engoliam dentes de alho, hoje já não é necessário – um dos benefícios da actualidade as cápsulas! – vieram evitar esse desconforto, mas sobretudo vieram aumentar a quantidade de óleo concentrado responsável pelos efeitos benéficos.
O Alho tem várias aplicações… e não só para afastar vampiros e criaturas dessas, mas sobretudo outros ” montros” mais reais! As bactérias, vermes, parasitas… Estes não atacam em noite de lua cheia mas também nos “sugam”
As aplicações do alho regra geral são as seguintes:
Antibiótica
Anti-inflamatória
Anti-microbiana
Anti-asmática
Anti-oxidante
Anti-cancerígeno
Protector cardiovascular
As patologias ou sintomas a serem tratados pelo alho são muito vastos, mas pode-se resumir a sua eficiência em:
Distúrbios gastrointestinais, colesterol elevado, tensão arterial elevada, asma, bronquite, gripe, dores de dentes e mais recentemente os estudos comprovam a sua eficácia em cancro da mama e próstata.
O Alho deve ser consumido cru, pois após ser aquecido ou transformado, perde ou transforma as suas propriedades benéficas. No caso das cápsulas, estamos a falar de extratos prensados a frio, macerações ou ainda alho envelhecido, que tem vindo a ser provado a sua eficácia e a ultrapassar as outras apresentações devido ao aumento da concentração das substâncias activas.
A nossa recomendação vai para 500 a 1000mg de óleo Alho por dia, como efeito protector ou 1 a 2 dentes crus e frescos por dia.

Aveia descascada


 Aveia: cereal de múltiplas virtudes
No norte da Europa, desde há muitos séculos que se consome aveia. É o cereal tradicional do norte das Ilhas Britânicas, nomeadamente na Escócia e Irlanda, mas também na Inglaterra. Actualmente este cereal começa a fazer parte da alimentação de povos de todo o mundo. A aveia é considerada um cereal dos países frios e húmidos, pois aumenta a resistência do organismo ao frio.

Este cereal é rico em minerais como o magnésio, o fósforo e o cálcio, responsáveis pela formação de ossos e dentes saudáveis. É igualmente rico em vitaminas B1, B2, B5, E e niacina. Contém ainda 13,5% de proteínas, nestas se incluindo o glúten, gorduras (7%), hidratos de carbono complexos, que são absorvidos lentamente pelo organismo, proporcionando uma taxa constante de glicose no sangue, e silício.
É um alimento de fácil digestão, pelo que é aconselhado a pessoas com intensa ou baixa actividade física ou intelectual. Devido ao seu conteúdo de fibras ajuda também a regular os níveis de glicose no sangue e o apetite, o que beneficia o controlo de peso, a cardiopatia e a diabetes. As fibras solúveis são igualmente benéficas para controlar o colesterol e proporcionar um bom funcionamento intestinal.

A aveia é recomendada principalmente a crianças ou idosos em convalescença, desnutridos, em casos de arteriosclerose e de níveis elevados de colesterol. Estudos recentes concluíram que o consumo diário de aveia integral pode reduzir a tensão arterial. Em pacientes hipertensos, que estejam a ser medicados para esta redução, o consumo de aveia integral pode ajudar a diminuir as doses dos medicamentos tomados.
Investigadores da Universidade de Penn State, nos Estados Unidos da América, deram a dezoito estudantes quantidades equivalentes, em termos calóricos, de flocos de aveia, bolachas do mesmo cereal e bolachas de arroz. De seguida, os estudantes foram convidados a pedalaram até à exaustão, em bicicletas estáticas, com o incentivo de um dólar por cada minuto para além das primeiras duas horas de pedalada. Os que tinham ingerido flocos de aveia aguentaram o esforço durante cinco horas, enquanto que os que comeram bolachas de cereais ficaram sem fôlego ao fim de quatro horas.

De acordo com o investigador William Evans, responsável pelo Laboratório de Performance Humana da Universidade de Penn State, todas as pessoas podem beneficiar com uma refeição de flocos de aveia. Por serem ricos em fibra solúvel, os flocos libertam uma energia que é assimilada lentamente pelo organismo. Desta forma, evitam-se os altos e baixos de açúcar no sangue, que provocam sensação de cansaço, antes de se perder o fôlego. William Evans aconselha a que se "Comam flocos de aveia entre 45 minutos a uma hora e meia antes de fazer exercício. O corpo necessita desse espaço de tempo para absorver a energia do cereal.".
A aveia é geralmente consumida em flocos e pode ser usada na preparação de bolos, biscoitos, pães, almôndegas, croquetes e em cereais de pequeno-almoço (ver receitas com aveia em
http://www.centrovegetariano.org/receitas/index.php?destin=cat&op=show&cat_id=38 ). Pode ser utilizada crua, mas recomenda-se que seja cozinhada, assada ou tostada de forma a facilitar a sua digestão e assimilação.

Germinado

O mais elevado ponto de vitalidade no ciclo de vida de uma planta ocorre quando esta é um rebento, daí os seus benefícios nutricionais.
Ao germinar, alguns nutrientes dos cereais e das leguminosas multiplicam-se. É o caso da vitamina C, que é praticamente inexistente no grão de trigo, mas que, uma vez germinado, aumenta seiscentos por cento o seu teor. O processo de germinação torna os nutrientes mais digeríveis, pelo que os rebentos causam menos gases do que os grãos que lhe deram origem. Os rebentos são pobres em calorias, mas contêm quantidades apreciáveis de vitaminas A e C, vitaminas do complexo B, vitamina E, algum ferro e enzimas e proteínas.
Podem ser germinadas sementes de alfafa, trigo, feijão de soja, feijão mung, lentilhas, entre muitos outros cereais, leguminosas e sementes.
Os germinados podem provocar uma reacção alérgica a pessoas que sofram de lupus eritematoso.
Podes obter os seus rebentos fazendo uma germinação caseira: escolhe as sementes ou feijões, removendo todos os que estejam danificados. Demolha-os em bastante água morna, durante a noite (cerca de 12 horas). Escorre bem a água e mete-os num frasco de boca larga ou num pirex, tapando com um algodão ou outro material poroso. Guarda o frasco num local escuro e quente (temperatura ambiente), mas não exposto directamente ao sol. Duas vezes por dia passa as sementes por água fresca, e escorre ou retira o excesso de água. As sementes de cereais rebentam em 2 a 3 dias, os feijões e as lentilhas demoram 5 a 6 dias a germinar. Nessa altura podem ser colhidos.
Podes conservá-los no frigorífico durante 4 dias, depois de lavados. Servem para as mais diversas preparações culinárias. Podem ser consumidos crus, em saladas e sanduíches, misturados com outros legumes, salteados, adicionados a molhos, e de outras formas que a tua imaginação sugerir.

Germen de Trigo


 Germen de Trigo
O grão do trigo é constituído por três partes principais: endosperma - usado para fabricar farinha de trigo branca/refinada, casca - o que dá a cor escura à farinha de trigo integral e gérmen - embrião do grão posto de parte no fabrico da farinha por razões de conservação.

Todavia, este gérmen é um suplemento extremamente salutar e importante na alimentação e deve ser consumido regularmente, uma vez que é uma excelente fonte de minerais, numerosas enzimas, auxonas e várias vitaminas (em particular E e do grupo B), nomeadamente: Tiamina (vitamina B1 ou F), riboflavina (vitamina B2 ou G), niacina (vitamina B3 ou PP), ácido pantoténico (vitamina B5),adermina ou piridoxina(vitamina B6),biotina (vitamina B8 ou H),ácido fólico (vitamina B9 ou M),filoquinona (vitamina K),provitaminas A e D, tocoferol (vitamina E), magnésio, fósforo, potássio, cálcio, manganésio, selénio, cobalto, cobre, ferro e zinco.

 Contém também proteínas, fibra (que promove a saúde intestinal, coronária e pode prevenir o peso excessivo) e esteróis vegetais. É uma boa fonte de ácidos gordos não saturados como ómega 3, gordura saudável que pode ajudar a baixar os níveis de colesterol nefasto LDL (lipoproteína de baixa densidade).

Segundo o Dr. E. Schneider* “não podemos prescindir em nenhum caso do gérmen de trigo na nossa alimentação diária, se quisermos evitar lesões e manter-nos saudáveis”.

O gérmen de trigo é benéfico na diabetes, uma vez que a vitamina E reduz os níveis açúcar no sangue e a vitamina B1 tem efeitos semelhantes aos da insulina, normalizando assim o metabolismo dos diabéticos. As auxonas identificadas no gérmen são responsáveis pelo crescimento, multiplicação e regeneração dos tecidos e células que acontece principalmente durante o sono, pelo que o consumo do gérmen é também indicado em casos de doenças nervosas como insónias, esclerose múltipla e esgotamentos. Já o ácido pantoténico é indicado para as enfermidades da pele, como secura, caspa, acne ou eczema, razão pela qual o óleo de gérmen de trigo é muitas vezes utilizado na cosmética comercial e caseira, por exemplo, usado simples para máscaras faciais de prevenção de rugas e hidratação.

Este suplemento preventivo e curativo está disponível em lojas de produtos naturais, ervanárias ou hipermercados e apresenta-se na forma de pequenos flocos crus ou levemente tostados, estes últimos com um leve sabor adocicado a frutos secos. Devem ser consumidos de preferência sem cozinhar e, para além de terem um baixo custo, são bastante versáteis na sua utilização culinária: podem ser adicionados a recheios, panados, sopas, pão, iogurtes, batidos, para polvilhar massas, saladas de fruta e de vegetais, tartes doces ou salgadas, cereais de pequeno-almoço, leites, molhos salgados ou doces, em patês, na pastelaria, etc..

Probióticos



ADMINISTRAÇÃO DE PROBIOTICOS
- Preparação para a reprodução : administrar 3 dias por semana;
- Nas criações: deve-se usar nos primeiros 15 dias de vida, juntamente com papas de criação (para os pais e filhotes), depois, com intervalo máximo de 5 a 7 dias, administrar sempre mais 5 dias seguidos;
- Na separação das crias: dar 3 dias por semana, dou dia sim dia não, prevenindo o aparecimento da Proventriculites, Cândidas e perturbações intestinais pela mudança de alimentação;
- Na muda da pena: 3 dias por semana, durante toda a época da muda da pena;
- Na época das exposições: 5 dias antes das exposições e 5 dias após a chegada das aves das exposições;
- No defeso: administrar 5 dias seguidos por mês;
- Em situações de doença: sempre que administrar fármacos (antibióticos, antiparasitários, etc.), dar na agua até ao completo restabelecimento das aves.

Vinagre de Cidra


 VINAGRE DE CIDRA
 O vinagre é usado desde a antiguidade como panaceia e para manter uma vida saudável. Existem varios tipos de vinagre, vinagre de vinho, vinagre de cereais, vinagre de cidra, este ultimo provem da maçã.
O vinagre de cidra é usado na criação de aves, contém sustancias benéficas, vitaminas, minerais, pectina. Melhora a digestão, destrói bactérias, e tem outros benefícios.
Exemplos de utilização:
Na agua em que cozemos os ovos, deitar umas gotas de vinagre de cidra, evita que se estalarem quando os mergulhamos, deitem tudo para fora.
Desinfectar verdura – na agua em que mergulhamos as verduras depois de lavadas, se adicionarmos 10 gotas num litro de agua. Deixar de molho durante 30 minutos, depois exaguar com agua limpa e corrente. Podemos tratar as sementes germinadas com esta solução para prevenir contra, fungos, bactérias e outro germens patogénicos.
Agua de beber – 10 ml de vinagre de cidra em 1 litro de agua – duas vezes por semana. A finalidade é reduzir o pH e favorecer o desenvolvimento de microorganismos favoraveis no sistema digestivo.
Agua do banho – 10 gotas por litro de agua – solução eficaz para prevenir infestação de piolho na plumagem.
O vinagre de cidra ajuda a manter as aves em condições optimas, em conjunto com outras medidas. Boas practicas de limpeza e higiene das instalações, acessórios e gaiolas ou viveiros. Agua limpa e fresca, comida adequada e fresca todos os dias. Isolamento das aves suspeitas de doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário