11 de jul de 2011

Entendendo as Cores

Intitulamos canários de cor (grupos) por termos a certeza de ser mais fácil conhecer todas as cores se dividirmos em grupos, com essa sistemática ficou mais fácil conhecer os canários.
Portanto, vamos ao estudo dessa sistemática.

Em primeiro lugar, necessitamos conhecer as três cores tradicionais que são: Branco, Amarelo e Vermelho.
Segundo, conhecer os quatro tipos que são: Negro Marrom Oxidado( azul, verde e cobre), Ágata. Isabel e Canela.
Terceiro, conhecer e diferenciar as três categorias que são: Intenso, Nevado e Mosaico.

Após um bom conhecimento desses pontos fundamentais: cor, tipo, categoria e dominarmos bem esses conceitos teremos condições de conhecer todas as cores da nomenclatura oficial da canaricultura.
Essa forma de propor esse tipo de aprendizado é diferente dos demais, pois somos taxativamente contra mostrar o canário e falar qual sua cor, o nosso objetivo é aprender a reconhece-lo o que se torna mais fácil.
Amarelos: São todos os canários que possuem amarelo visível nas penas, independente de pertencerem a linha clara ou
escura, eles podem ser: Amarelo, Verde, Canela, Ágata e Isabel e deverão estar enquadrados na categoria Intenso, Nevado ou Mosaico.
Brancos: São todos os canários que possuem branco visíveis nas penas, independentemente de pertencerem a linha clara ou escura, eles são: Branco, Azul, Ágata e Isabel e deverão pertencer às categorias: Intenso, Nevado e Mosaico.
Vermelhos: São todos os canários que possuem vermelho visível nas penas, independente de pertencerem a linha clara ou escura, eles são: Vermelho, Cobre, Canela e Isabel e deverão pertencer às categorias: Intenso, Nevado ou Mosaico.
Conforme podemos verificar os pássaros são os mesmos, diferenciando apenas na cor do lipocromo. 0 desenho da marcação dos pássaros da linha escura são sempre os mesmos para cada tipo: Negro- Marrom Oxidado (cobre, azul e verde), Canela, Ágata e Isabel. Com esses conhecimentos na prática, já é possível identificar todas as cores clássicas. E, as cores novas nada mais são do que fatores que atuam sobre as melaninas e cores que podem ser: Opalino, Pastel, Recessivo, Marfim e Ino, podendo ser agrupados em dois fatores de inibição - "Recessivo e Marfim", um fator de redução - "Pastel" e outro de oxidação - "Opalino" Vamos agora descrever esse fatores:

1) Recessivo: Apresenta só nos canários de lipocromo branco e indica a ausência de lipocromo amarelo.
2) Marfim: Aparece com uma inibição parcial do lipocromo, causando um esmaecimento da intensidade dos mesmos e atua sobre os lipocromos.
3) Pastel: Só ocorre em canários da linha escura. 0 fator pastel é responsável por uma redução e dispersão do negro e do marrom, se observamos um canário pastel temos a impressão de ver um canário sujo.
4) Opalino: Só ocorre em canários da linha escura. 0 fator opalino é responsável por uma oxidação e inversão das melaninas negras da parte superior das penas para a inferior, centralizando ou condensando sobre o canal medular inferior. as melaninas negras.
Pode haver ainda a combinação entre esses fatores: Recessivo com Pastel e Opalino e, Marfim com Pastel e Opalino,
Nunca devemos combinar os fatores Pastel com Opalino por serem antagônicos.

Ainda temos os Inos que são, designação dos canários de olhos vermelhos, sendo ainda divididos em dois fatores, os ligados ao sexo e os de sexo livre. Muitas confusões são feitas e notadas sobre esses pássaros, mas é muito fácil de entendê-los, basta seguir um relacionamento lógico.
Ino: Qualquer canário de olho vermelho exclusivamente da linha clara nos lipocromos (amarelos, brancos e vermelhos).
Somente o criador pode saber se é ligado ao sexo livre.
Acetinado: Canários de olhos vermelhos ligados ao sexo, essa denominação poderá ser feita aos canários de linha clara e escura.
Feo Ino: Canários de olhos vermelhos, sexo livre só ocorre em canários da linha escura. Tentando clarear mais, nos Inos temos:
  • Acetinado linha clara: Albinos, Lutinos e Rubinos.
  • Acetinados linha escura: Prateados, Amarelos e Vermelhos.
  • Feo Ino: Só ocorre na linha escura: Albino, Lutino e Rubino. 
Agora já conhecemos 100% da nomenclatura oficial e será fácil identificar as cores de todos os Canários.
Perguntas para a classificação de qualquer canário.
1) É da linha clara ou escura? 
2) Qual a cor do lipocromo?
3) Qual a categoria?
4) É oxidado negro-marrom. Tem pés e bico pretos?
5) É oxidado canela?
6) É diluído negro-marrom? Tem bigodes negros?
7) É diluído canela?
8) Tem lipocromo esmaecido?
9) Tem ausência de lipocromo amarelo sobre o branco?
10) Tem olhos vermelho?
11) Tem melanina invertida?
12) Tem diluição nas marcações negras e canelas?
13) Tem olhos vermelhos e marcação perolado nas costas?
 
  • Resumo
  • Recessivo: Branco sem amarelo, aparece nas linhas clara e escura.
  • Marfim: Inibição do lipocromo atua no branco, amarelo e vermelho.
  • Pastel: Só linha escura - Redução das melaninas.
  • Opalinos: Só linha escura - Oxidação e inversão das melaninas.
  • Acetinado: Olho vermelho, linha clara e escura.
  • Feo Ino: Olho vermelho, linha escura (Perolado).
 
  • Categoria
  • Intenso: Cor uniforme por todo corpo.
  • Nevado: Cor recebeu uma névoa por todo o corpo.
  • Mosaico: Zonas demarcadas e distintas diferentes nos machos das fêmeas.
Com esta sistemática de grupo, fica mais fácil conhecer todas as cores de canários.
 
->verde intenso
->verde nevado
->canela-intenso
->canela-nevado
->azul fundo branco
->cinzento fundo-branco

Nenhum comentário:

Postar um comentário