24 de ago de 2011

A escolha de canários para exposições

Qualquer que seja o tipo de canário que apresenta para exposição, é importante escolhe-lo utilizando os critérios que passamos a descrever.

Na categoria dos lipocromos:
a) Vermelho Intenso: só se devem apresentar os machos que tenham uma cor bela e uniforme mas que não apresentam, Shimel.
b) Vermelho Nevado: apresentar apenas os machos com uma plumagem muito luminosa e que tenham as nevoas em forma de escama distribuídas de forma igual por todo o corpo. O bico e as patas devem ser de cor clara, sem marcas de melanina.
c) Os mosaicos: a ave deve apresentar-se com um manto de uma cor branca giz, deve ter a máxima expressão lipocrômica nas zonas de eleição (ombro, olhos, peito, uropígio). Para concurso excluir todos os mosaicos que tenham a pigmentação pouco viva.
d) Os amarelos: só os machos com as mesmas características descritas para o vermelho intenso e vermelho nevado. Devemos preferir os de lipocromo limão que não tinham nenhum vestígio de laranja.

Na categoria dos brancos:
a) Branco: apresentar os que tenham a forma aproximada do padrão standard, com a plumagem aderente ao corpo e de cor a mais luminosa possível.
b) Branco dominante: preferir os que tenham cor luminosa e amarelo limão nas remiges. Banir todos os indivíduos cujos ombros sejam amarelados.

OBS: Nos canários de linha clara com excepção aos inos observar as penas da coxa pois é um lugar freqüente de aparecimento de penas melânicas.




Mais critéros de selecção que têm de ser observados;


-O bico: este deve ser curto e cónico.
-A cabeça: deverá ser redonda, grande, proporcional ao resto do corpo, eliminar as cabeças achatadas.
-As asas: não se devem cruzar.
-O peito: não deve ser metido para dentro nem proeminente.
-As plumagens: curta, aderente, bem limpa.
-As patas: limpas, não podendo faltar nenhum dedo nem unha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário