1 de jul de 2011

Canário branco

O canário branco subdivide-se em quatro espécies:
Branco recessivo, Branco dominante, Albino e Albino dominante.
Brancos dominantes – Não é uma ave totalmente branca, apresenta uma incidência de lipocromo nas bordas das penas das asas, cauda e encontros.
Albinos dominantes – As mesmas características dos brancos dominantes, só que têm olhos vermelhos.

Albino – As mesmas características dos brancos recessivos, só que estas aves têm os olhos vermelhos.

Branco recessivo – Ave com uma brancura imaculada, normalmente é uma raça de canários que cria facilmente, logo que lhe sejam dadas as condições necessárias.

Escolha dos reprodutores – Em relação a esta característica, devemos ter o máximo cuidado em relação: plumagem, forma, brilho, cabeça, bico e olhos.

Plumagem – Evitar comprar aves com excesso de plumagem, devem comprar aves com uma plumagem bem aderente ao corpo .

Forma – Evitar comprar aves muito grandes, tentar comprar aves com uma boa forma no poleiro.

Brilho – Sabendo que o lipócromo é o item que corresponde a 55% da pontuação numa ficha de julgamento, temos de ter em conta este item. Logo quando adquirimos um canário branco, este convêm ser o mais branco possível.

Cabeça, bico e olhos
- Evitar comprar uma ave que tenha a cabeça pequena e achatada, bico comprido, olhos mal centrados e pequenos.

Acasalamentos que eu mais aconselho:
Branco x Branco – Todos os descendentes são brancos. Os descendentes deste casal, cruzo-os no segundo ano com amarelo portador de branco.

Branco x Amarelo portador de branco – Descendentes amarelos portadores de branco e brancos recessivos .

Branco x Amarelo normal – Todos os descendentes são amarelos, alguns são portadores de branco.

Atenção – Nunca devemos cruzar duas aves com excesso de plumagem, pois os descendentes terão problemas de plumagem (aparecimento de quistos)

Preparação para as exposições
Todos os canários brancos (brancos recessivos, brancos dominantes, albinos e albinos dominantes), são aves que requerem cuidados especiais na sua preparação para os concursos. Pode ser um excelente pássaro, mas se não se apresentar totalmente limpo na altura do julgamento, nunca será um campeão. Estas aves necessitam de muito banho, para que a sua plumagem se apresente em óptimas condições na altura dos julgamentos. A sua preparação deve ser feita em gaiolas individuais, se possível com grades, e estas devem estar sempre bem limpas, tal como a gaiola. Caso não haja esse cuidado, é difícil manter o canário limpo.

COMPARAÇAO DO CANARIO BRANCO DOMINANTE E A CATEGORIA MOSAICO

 É freqüentemente observado que muitos iniciantes canaricultores , eles vêem uma relação entre o canário branco dominante e lipochromes categoria mosaico ( mosaico , especialmente o amarelo ) , assumindo que o cruzamento destas duas variedades, melhorar a apresentar -alvo nos mosaicos . Na realidade, essas duas faixas , tem um comportamento completamente diferente genética: O objectivo fundamental é uma herança autossômica dominante (ou semidominant como pode ser definido), e do mosaico é autossômica recessiva e livre, mostrando a sua herança completa somente quando encontrar seus genes em homozigose .
Sem evidência científica, mas simplesmente de que eles lêem e conversou com outros criadores , e pessoalmente testados em diversas publicações e opiniões ao longo do tempo ( que não posso mencionar a bibliografia), sobre estes canários , Deixe-me esboçar algumas idéias que podem ser úteis para uma melhor compreensão do comportamento desses intervalos, e também servir como ponto de partida para um criador interessado neles, refutar , aprofundar ou desenvolver esta questão de acordo com suas experiências.
Basta comparar o canário branco dominante, amarelo-canário lipochromes mosaico, que é o que eu entendo essas preocupações geradas pela sua semelhança fenotípica para não especialistas ( em especial no caso das fêmeas mosaico).

Dominante branca

Lembre-se de sua forma de resumo: Sua plumagem deve ser absolutamente branco, amarelo depósitos nas bordas das suas penas de vôo, estes devem ser mínimos , mas deve tê-los , sem atingir os ombros. pernas Pico clara e garras, olhos negros, seu limão asas amarelas , enquanto que , pelo menos, deve ser visível a olho nu .

comportamento genético :

É uma mutação autossômica dominante , que começa neste momento a análise a ser realizada. Em primeiro lugar, é dito que "BD lipochromes factor " é dominante sobre o resto do lipochromes , ou seja, amarelo, branco, e obviamente a recessão. Isto leva a confusão, que considera que o gene branco dominante é um alelo dominante de amarelo , que seria seu recessivo. Isso não é verdade , pois o comportamento do fator branco dominante é permitir que apenas lipochromes depósito na ponta das asas, e em certas ocasiões (consideradas maus exemplos para o padrão ), esta lipochromes chegar aos ombros. Isto é, se assim for, o gene "Dominante branca"( abreviado BD ) tem um alelo recessivo do gene "Não dominante branca( abreviado bd ), também respeitando o outro par de genes que correspondem aos alelos lipochromes amarelo brilhante , médio ou fraco, também presentes no genótipo.
O que acontece aqui é: canário consumir carotenóides, que, por um processo bioquímico , lipochromes se (lipo = gordura , cromo = cor) que se depositam na plumagem , pele e tecido adiposo.  O processo pode ser resumido em três fases
■O canário absorvido através carotenóides que chegam a seu alimento seu intestino e depois vá em seu sangue.
■O fígado transforma pigmentos solúveis em gordura ( lipochromes ) retornando para a corrente sanguínea .
■Estes lipochromes , são depositados na pele , gordura e penas , como se formam e crescem .
BRANCO DOMINANTE











No caso do branco dominante:

Quando esta mutação afeta a fase c) o lipochromes apenas depositado nas penas para algumas regiões específicas (neste caso asas bife ), sendo inibida depósito no resto da plumagem , não há , portanto, o fenótipo dominante branca, ou um canário lipochromes alvo embutidos brancos.
Como vemos, o gene que dá instruções para a BD , pelo que esta "organização" é " depósito lipochromes apenas algumas penas , deixando o resto. Esta afirmação é dominante sobre bd (o que seria mãe não-branca ) e, portanto, permitir o depósito total se lipochromes contendo o genótipo da ave, em todas as suas penas, abrangendo a totalidade do mesmo. ( Canárias lipochromes normal).
Por isso, muitos agricultores, dizer com alguma razão que o canário branco dominante é de um amarelo canário BD afetados pela mutação , que atua como descrito.

Canarios Mosaicos : ( considerar apenas os lipochromes amarelo)

Este personagem (mosaico) , não age , regulando a distribuição de lipochromes nas áreas das penas , mas que afectam a sua distribuição no corpo do canário na chamada "área de escolha ". Além disso , estas áreas de escolha são diferentes para homens do que para as fêmeas mosaico, que é conhecida como dimorfismo sexual. " Atuando também sobre a estrutura da pena.

Áreas de escolha

Localidade: Macara rosto, ombros , o triângulo no peito e garupa.

Fêmeas: Ciliar linha ( nos olhos) , ombros, nádegas , e uma linha fina no peito. Em algumas normas desta linha é óbvio. Os genes que produzem a característica de mosaico pode ser identificado como um gene autossômico recessivo ser dominante não-mosaico (nós defini-lo como "MO" ) e do gene recessivo "mosaico "(ou" mo "). Para dar uma herança plena , ou uma ave fenotipicamente gene mosaico "mosaico "deve estar em homozigose , em seu genótipo ( Mo / Mo ).
Em princípio , parece que , como dissemos no início, que os canários mosaicos dominante branca e canários, que realmente têm algo em comum , eles vêem as suas semelhanças e suas diferenças , e tentar defini-los.
AMRELO MOSAICO FEMEA


Aspectos comuns de BD e Mosaic.



■ambos são fatores que controlam a distribuição de lipochromes depósito no corpo do canário (ou se você quer uma parte de sua plumagem localizado em determinadas áreas ), e não em cada uma das penas isoladamente ( como grave ou pela neve exemplo).


■Ambos devem cumprir com o conteúdo lipochromes genótipo da amostra , como a sua categoria ou neve intensa (em termos de sua estrutura de caneta lipochromes visível) , esclareceu que a única BD lipochromes amarelo padrões aceitos .


Aspectos que diferenciam


■A BD é um fator autossômico dominante em seu comportamento genético, ou que a sua herança é semidominant ou incompleta, quando este atravessava uma lipochromes dar 50% e 50% lipochromes BD normal ( não-portadores de BD como este é um gene dominante)


A Mosaic é autossômica recessiva , o que significa que produzem , actualmente, uma herança homozigótica completa , uma vez que todos os seus filhos serão mosaicos. Não é um único gene eram suficientes para dar às crianças mosaicos .


Também é importante fazer as seguintes observações:



Quando explicamos o BD canário, Disse que o gene ou fator que define, impede o depósito de lipochromes todo o corpo do canário , respeitando apenas o filé da asa ( ou qualquer outra coisa em cópias de má qualidade ), ou está produzindo um efeito fenotípico , diretamente ligados à investigação de um gene dominante localizado no seu genótipo.
No mosaico canárioEm vez disso, esse depósito especialmente nas áreas de escolha, além de estar relacionada com genes homozigotos mosaico , tem algum tipo de interação hormonal na canário, uma vez que produz um dimorfismo sexual ( diferenças marcantes no fenótipo de machos e mulheres) , que recentemente se manifestaram quando o pássaro aproxima da maturidade sexual , não há praticamente definiu o fenótipo do mosaico em jovens , embora genotipicamente como elas são, para o crescimento avançado, que claramente diferem em função do sexo especialmente, como dissemos, a escolha das áreas de plumagem , que é depositado de forma diferente ( dimorfismo ), a sua lipochromes . Você pode adicionar a esta observação , que até aquele momento , o depósito de lipochromes na plumagem dos pombos , ocorre de forma bastante equilibrada em todo o corpo do mesmo , girando em branco se for o caso , e sua variedade lipochromes após puberdade, sendo este definido pelo tempo de vida do espécime.
É uma questão em aberto e como eu disse a ele que estaria interessado em mais , estas linhas seria apenas uma simples colaboração inicial a este respeito.

comprimento das penas (através de um
amarelo intenso por exemplo).
A SELECÇÃO
*** 1° COR ***
A cor é o principal critério nas folhas de julgamento: a ave o pássaro não é muito
branca, ou a zona do bico está suja. Com efeito, o branco deve ser um branco
imaculado sem tom escuro ou azulado (devido à utilização abusiva do azul de metileno).
A plumagem dever ser brilhante e lisa. Falamos muitas vezes da plumagem dos Pardais
de Java como referência uma vez que os Pardais de Java têm uma plumagem muito
branca e muito regular. Essa brancura extrema nos canários não é obtida com uma
simples lavagem antes das exposições. Ela resulta de um trabalho de selecção que é
feita ao longo dos anos e, claro, uma boa alimentação livre de sujidade e ter sempre as
instalações limpas para não sujar as aves.
Na criação desta cor são muitas vezes os detalhes que nos fazem perder um
campeonato. Muitos de vocês só se preocupam com as aves quando as têm que
preparar para as exposições, pouco antes de as meterem nas transportadoras.
*** 2° TAMANHO ***
O tamanho é um critério absoluto no Branco Recessivo. Dada a qualidade e o número de
aves desta raça nas grandes exposições, não há necessidade de desperdiçar o seu
tempo criando aves que não têm o tamanho ideal. Temos de estar conscientes que as
aves demasiado grandes não são apreciadas actualmente pelos juízes.
*** 3° FORMA ***
Penso que é na serie dos Lipocromos que encontramos as aves com melhor forma. É,
portanto desnecessário criar com aves que tenham a cabeça ou o peito liso. As nossas
aves deverão as cabeças bem redondas e que estas se encaixem num corpo gracioso.
*** 4° MANUTENÇÃO ***
Na minha opinião, um criador experiente apercebe-se desde cedo se está na presença
de uma bela ave quando a coloca na gaiola de exposição. A manutenção é algo que
pode ser melhorada com uma boa preparação, mas não é necessário seleccionar as aves
que ainda estão na parte inferior da gaiola ou têm uma má posição no poleiro. É certo
que a criação de Brancos é uma criação de postura combinada com a de um canário de
cor!!!
*** 5° PLUMAGEM ***
É para mim o critério mais importante na selecção. Como em todas as outras cores,
existe as aves intensivas e as aves nevadas, mas nesta raça é muito difícil distinguir. É
indispensável ter em conta durante o acasalamento o comprimento das penas para se
obter aves com penas longas que é o ideal. O mesmo será dizer que deve-se ter um
exemplar com uma plumagem apertada/justa e que dá um certo volume. Um segundo
critério é a qualidade das penas. Pode ser influenciada pela hereditariedade (factores
transmitidos pelos pais) e é muito sensível à alimentação durante a muda (administrar
bastante vitamina A e E porque o organismo não consegue fabrica-las).
No que diz respeito às instalações, estas devem ser bem limpas para não sujar as penas
pois a sujidade entranha-se nas penas. As aves devem ter poleiros individuais e devem
tomar banho com regularidade. É primordial evitar a todo o custo os parasitas em
especial o piolho vermelho pois irá perturbar as aves de tal forma que ela irão deteriorar
a sua plumagem para lutar contra esses hóspedes indesejáveis.
Espero ter contribuído de uma forma um pouco mais "prática" para a apresentação de
uma cor muito popular de canários, mas a perfeição é ilusória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário