30 de out de 2010

A MUTAÇÃO ARCO-ÍRIS


 nome "Arco-Íris" foi usado pela primeira vez pela Quinta/Aviários Keston, em Kent no Reino Unido. Este termo foi usado, simplesmente para descrever uma ave possuidora de muita cores vivas. Estas aves pertenciam à linhagem dos faces amarelas/douradas opalinos asas claras/cinzentas, das espécies azuis ou cobalto. Foi a esta ave, particularmente colorida que se designou chamar o Periquito Arco-Íris.
Sendo assim, será legitimo designar o Arco-Íris como uma mutação? De facto, não se trata de uma mutação mas, uma variante particular dos periquitos de face amarela/dourada da linha azul.
Logo, para que seja designado por Arco-Íris, o periquito terá que satisfazer 4 requisitos: 1 - Face amarela, 2 - Opalino, 3 - Asas claras/cinzentas e 4 - Pertencer à linha Azul. Falhando uma destas características, a ave não poderá ser designada por Arco-Íris.
Mesmo assim, muito espaço fica para se encontrarem aves igualmente bonitas. Realmente, o pormenor mais importante nestas aves são as suas cores variadas e a tonalidade azul esmeralda brilhante da plumagem do seu corpo. Por exemplo, neste momento, tenho um casal cujo macho apresenta umas cores vivas e lindíssimas mas, não é opalino. Logo, tecnicamente, não poderá ser considerado um Arco-Íris. Mas, a beleza da plumagem está lá e talvez seja esse o factor mais importante. Quanto à fêmea, ela igualmente uma azul face amarela de asas claras, apresenta umas cores algo mais desmaiadas mas igualmente bonita. Para os puristas, estes dois exemplares podem ser uma excelente base de partida para a obtenção de crias Arco-Íris como explico, no parágrafo seguinte.
Como se pode obter um Arco-Íris
Existem vários processos de combinação de mutações para se obter um casal de aves, capazes de produzir crias Arco-Íris. Uma das formas será começar com um macho azul opalino acasalado com uma fêmea azul de asas claras. Depois, outro casal formado por um macho azul de asas claras com uma fêmea azul de face amarela. Algumas das crias provenientes destes dois casais, quando acasaladas no ano seguinte, poderão produzir crias Arco-Íris.
De seguida, alguns casais que poderão gerar crias Arco-Íris:

MACHO FÊMEA
1.Azul Face Amarela de Asas claras / Opalino *x Azul de Asas Claras
2.Azul Opalino de Asas ClarasxAzul Face Amarela de Asas Claras
3.Azul Face Amarela / Opalino *xAzul de Asas Claras
4.Azul de Asas claras / Opalino *xAzul Face Amarela / Asas Claras **
Notas:* Ave portadora de Opalino   ** Ave portadora de Asas Claras
O mais importante será sempre tirar o maior prazer da criação de uma ave. Deixemos as classificações puristas para as pessoas que já não conseguem tirar prazer de uma simples eclosão, seja qual for a ave dali advirá. Em baixo, publico as fotos dos meus "Arco-Íris", quero dizer, dos meus Azuis de Face amarela e Asas Claras.



Fêmea à esquerda e Macho à direitaFêmea à esquerda e Macho à direita
A técnica está explicada. Mãos à obra. Vamos criar Arco-Íris. De caminho criem outras aves e desenvolvam a paixão que já têm pelas mesmas. Já agora, juntem-se à Irmandade


Nenhum comentário:

Postar um comentário