9 de out de 2010

Sementes

Eis as várias sementes que podem ser oferecidas aos periquitos. Tenha em atenção que o excesso de algumas das sementes abaixo indicadas pode ser prejudicial ás aves.

ALPISTA
Componente principal da maioria das misturas. Pertence à família das Gramináceas. O tamanho e aspecto dependem do seu país de origem, onde é considerada uma erva daninha.









AVEIA DESCASCADA
Quantidades elevadas podem levar à adiposidade.










CÂNHAMO
Sementes da planta Cannabis. Contém proteínas de alta qualidade. Estimula o ardor sexual (ATENÇÃO: em quantidades elevadas podem tornar-se demasiado excitados).











LINHAÇA
Sementes de linho. De cor escura ou clara. Contém um teor elevado de ácido gordo omega -3, essencial para a formação da plumagem. Melhora a digestão por via das suas características mucíparas.











NIGER
É uma das poucas sementes que tem um óptimo equilíbrio cálcio/fósforo.










MILHO ALVO AMARELO
O milho alvo mais corrente. É composto, como a maior parte das sementes desta família, por hidratos de carbono.










MILHO ALVO BRANCO
Estas sementes são menos duras que as outras da sua família pelo que são muito bem aceites pelas crias.










MILHO ALVO VERMELHO
Sementes geralmente mais duras que as outras deste grupo. A sua cor torna as misturas mais atraentes.










MILHO ALVO JAPONÊS
O milho alvo mais rico em proteínas. Aumenta a qualidade de qualquer mistura.












PAINÇO AMARELO
Um tipo de milho alvo de grão mais pequeno e por isso ideal para misturas de cria. Existem muitas sub-famílias desta semente.










CARTAMO
Apesar da sua semelhança em forma e composição com o girassol, pertence a uma família de plantas completamente diferente, a dos cardos.









Nenhum comentário:

Postar um comentário