21 de out de 2010

BELEZA X QUALIDADE

É bastante comum ao iniciante, na criação de periquito inglês, dar preferência as cores sem se preocupar com as verdadeiras qualidades da ave. É difícil realmente deixar de comprar um periquito violeta por exemplo, que é muito belo. Porém, tudo isto é apenas o que chamamos de fenótipo, ou seja: apenas aparência externa.


É mais importante conhecer o pedigree, a procedência genética. A isto chamamos de genótipo. O mais correto é realizar a comprar em criadouro especializado e já sair de lá com as orientações necessárias. Se não for possível, temos que optar por periquitos que apresentem qualidades como equilíbrio entre o tamanho do corpo e o da cabeça, penas compridas e fofas, ombros largos, etc.

Na escolha entre um periquito grande com a cabeça pequena e um periquito pequeno com cabeça grande e larga é sempre preferível o menor com a melhor cabeça. Isto nos trará melhores resultados na montagem de um futuro plantel.

Portanto, ao acasalar periquitos para procriação devemos ter a certeza que são aves de boa qualidade (boa linhagem e com pedigree). Na prática veremos que valeu a pena, pois os resultados serão bastante compensadores e a despesa na criação é a mesma.

Algumas pessoas acham que vão criar só por criar, mas acabam gostando do hobie, e, ao conhecer outros criadores, e visitar clubes organizados, se dão por conta que estão com um plantel fora do padrão, e que perderam muito tempo na criação de periquitos inferiores.

É muito importante observar o estado de saúde do periquito, a alegria, os olhos brilhantes, e só acasalar periquitos com mais de 10 meses de idade.

Boa sorte!

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário