3 de dez de 2010

Genética

Genética

As regras de reprodução dos Periquitos são muito simples, sendo divididas por três regras, cada uma com cinco casos possíveis. Essas regras são as ligadas ao sexo, as dominantes e as recessivas. Como normalmente um Periquito possui varias variedades, a sua genética é conjugação das diferentes variedades.
Os Periquitos podem possuir uma variedade de forma visível ou não. Quando ela não é visível diz-se que a ave é portadora de uma determinada variedade e simboliza-se por «/». Assim um Periquito Verde/Azul, é um Periquito que é verde mas possui na sua genética o factor Azul. Se esta ave for cruzada com outra Azul ou outra Verde/Azul, existirão crias Azuis.
Uma noção muito importante é que uma ave que é portadora de uma variedade é visivelmente igual a outra que não o seja, pelo que é indispensável haver um registo pormenorizado da genética das aves e uma boa politica de acasalamento, tendo em conta os objectivos a prosseguir.



Variedades ligadas ao sexo


Nas variedades ligadas ao sexo, o sexo de cada ave é fundamental nos resultados a obter nas crias.

As variedades ligadas ao sexo são o Opalino, o Canela, o Ino (lutinos e albinos), o Slate e os Corpos Claros do Texas. O Lacewing deve ser tratado como duas variedades independentes, o Ino e o Canela.



Resultados esperados:



Se chamarmos CLS a uma variedade com caracteres ligados ao sexo e Normal a uma ave que não possua essa característica, temos a possibilidade de vários tipos de acasalamento e os seus resultados que a seguir se indicam.



Macho                                     Fêmea                                  Crias



CLS                                          CLS                  100% Machos e Fêmeas CLS


CLS                                        Normal               50% Machos  Normal/CLS
                                                                      50% Fêmeas CLS




Normal/CLS                               CLS                  25% Machos CLS           
                                                                       25% Machos Normal CLS 
                                                                     25 %Fêmeas CLS
                                                                       25% Fêmeas Normal



Normal/CLS                                 Normal           25% Machos Normal CLS
                                                                      25% Machos Normal
                                                                      25 % Fêmeas CLS
                                                                      25% Fêmeas Normal





Normal                                            CLS             50% Machos Normal/CLS  
                                                                        50% Fêmeas Normal





Variedades Dominantes


Nas variedades dominantes basta que um dos elementos do casal possua uma determinada variedade para que pelo menos 50% das crias possuam essa variedade.

Nestas variedades não há portadores mas existe factor simples SF ou duplo factor DF. No caso do Face Amarela tipo 1, o Normal (ausência da variedade) e o DF são visivelmente iguais. Nos restantes tipos de Face Amarela, nos SF o amarelo espalha-se por todo o corpo, enquanto que os DF têm apenas a cabeça e asas tingidas de amarelo, sendo os únicos permitidos em exposições. No caso do factor escuro e dos Spangle, o SF é visivelmente diferente do DF, sendo nos restantes casos, as aves com SF visivelmente iguais às com DF.
As variedades dominantes são o Factor Escuro, o Cinzento, o Violeta, o Spangle, os Arlequim Australiano e Holandês, os Rémiges Claras, o Face Amarela, Corpos Claros Easley e as variedades de poupa.



Resultados esperados:



Se chamarmos SF a um ave com factor simples de uma variedade dominante, DF a uma com duplo factor e Normal a uma ave que não possua essa característica, temos a possibilidade de vários tipos de acasalamento e os seus resultados que a seguir se indicam.



Casal                                                                                    Crias




DF x DF                                                                              100% DF



DF x SF                                                                          50% DF  50% SF



DF x Normal                                                                       100% SF



SF x SF                                                           25% DF 50% SF 25% Normal



SF x Normal                                                                50% SF 50% Normal


Variedades Recessivas


Nas variedades recessivas é sempre necessário que os dois elementos do casal possuam uma determinada variedade para que seja visível nas crias.

Todas as variedades recessivas são consideradas raras, com excepção do Azul.
As variedades mais raras como os Arlequins Dinamarquês, Fallow e Amarelos ou Brancos, as aves têm tendência a ser mais pequenas porque, como para se manter a variedade é necessário que as duas aves do casal possuam essa variedade, o aumento da ave torna-se mais moroso e complicado.
As aves portadoras são visivelmente iguais às normais com excepção dos portadores de arlequim que ficam com algumas penas brancas ou amarelas na nuca.
As variedade recessivas são o Azul, o Arlequim Australiano, o Fallow, o Amarelo ou Branco, os Asas Claras, os Asas Cinzentas, o Face Preta, o Mottle, os Saddleback e, muito provavelmente, o antracite.



Resultados esperados:



SSe chamarmos REC a um ave com uma variedade recessiva visível e Normal a uma ave que não possua essa característica, temos a possibilidade de vários tipos de acasalamento e os seus resultados que a seguir se indicam.



Casal                                                                            Crias




REC x REC                                                                     100% REC



REC x Normal/REC                                               50% REC 50% Normal/REC



REC x Normal                                                               100% Normal/REC



Normal/REC x Normal/REC                                       25% REC 50% Normal/REC (*)                                                                                 25% Normal (*)



Normal/REC x normal                                         50% normal/REC (*) 50% normal (*)






(*) Aves com impossibilidade de se distinguirem visivelmente com excepção de alguns Normais/Arlequim Recessivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário