5 de ago de 2011

PREVENÇÃO ESTRATÉGICA NA NUTRIÇÃO

PREVENÇÃO ESTRATÉGICA NA NUTRIÇÃO
Stella Maris Benez
Médica Veterinária Homeopata
A Prevenção Estratégica é um programa de alimentação, suplementação e medicação,
que envolve todos os ciclos da criação de aves, sendo indicada para criações de
canários, exóticos, psitacídeos, aves canoras e silvestres. A Finalidade deste programa é
a manutenção de bons reprodutores e a geração de filhotes saudáveis e com
desenvolvimento pleno de seu potencial genético. Esta prevenção estratégica utiliza a
Via Nutricional para administração e ação dos produtos. Desta forma, buscamos os
melhores resultados com os menores riscos. Parte da Prevenção Estratégica é realizada
com bases de produtos terapêuticos naturais, homeopáticos e fitoterápicos, que
promovem excelentes resultados. Faremos anotações sobre os pontos críticos
observados em uma criação, indicaremos as formas de abordagem do problema,
citaremos algumas sugestões. Todas as medidas indicadas são realizadas em nosso
criatório de canários frisados parisiense. Informações específicas sobre terapêutica
poderam ser pesquisadas no livro COPA – Compêndio de Produtos para Aves,
complementação do livro Aves: Saúde nas criações.
PONTOS ESTRATÉGICOS E MEDIDAS DE PREVENÇÃO
Armazenamento de Alimentos
· Compra do alimento: observar o prazo de validade do produto, a embalagem, o lacre,
a forma de conservação do produto do local da compra, o Registrado e a
regulamentação no mercado.
· Estocagem: no criatório deve ser feita em local ventilado, seco, livres de insetos e
roedores. A estocagem deve ser feita em pequena quantidade, garantindo assim
possibilidade de renovação de estoque, bem como descarte de produtos velhos ou
alterados.
· Evitar o crescimento de fungos e bactérias através de produtos controladores de
microorganismos, administrados nas rações, farinhadas e sementes (Prevent
Amgercal/ProAve).
· Substâncias adsorventes de micotoxinas, quelam estas toxinas já existentes nos
produtos, e impedem a produção de maiores quantidades.
Sementes
· Comprar sementes com umidade menor que 12%.
· Armazenar em local seco, ventilado e livre de roedores e insetos.
· Tratar as sementes com adsorventes de micotoxinas.
Adsorventes de Micotoxinas
· Definição: são aditivos usados nas misturas de sementes, farinhadas, rações e papas
para a alimentação dos pássaros e aves em geral. Esta substância tem a função de
adsorver micotoxinas, com ação fundamental sobre materiais com maior concentração
de umidade, e risco de micotoxinas.
· Ações:
· age no trato digestivo das aves,
· aumenta a qualidade de armazenamento dos alimentos; melhora o fluxo dos alimentos
sólidos dentro dos potes armazenadores; evita a formação de pontos quentes nos
alimentos, que são focos especiais para o desenvolvimento de fungos e leveduras.
· apresenta ação biológica, como protetor orgânico, seqüestrando radicais livres
(micotoxinas) que lesam principalmente o fígado das aves, melhorando a conversão
alimentar (promotor de produtividade); consequentemente, aumenta a homogeneidade
dos lotes e reduz a taxa de mortalidade.
· Sugestão: adsorventes de micotoxinas à base de aluminosilicatos (Aflatox
Amgercal/ProAve).
Farinhadas Caseiras
· A receita de farinhada caseira deve ser analisada e balanceada (umidade, proteína,
extrato etéreo, fibra bruta, matéria mineral, cálcio e fósforo). Esta análise pode ser
realizada em laboratório de especializados. Os preços são acessíveis.
· As matérias primas devem ser de boa qualidade. Verificar prazo de validade e
conservação.
· Toda a farinhada caseira tem de ser suplementada com Premix, que são os núcleos de
vitaminas, minerais e aminoácidos. O premix garante grande parte do sucesso das
farinhadas caseiras.
· Existe premix para reprodução e para manutenção, respeitando as necessidades de
cada fase (Premix A criação Angercal/Duopass e Premix B manutenção
Amgercal/Duopass).
· Evite usar ovos, prefira umidecer a farinhada diariamente, pois assim, não se altera a
composição inicial.
· Podemos melhorar a absorção de alimentos com o uso de Promotores de Crescimento
e de Probióticos.
Farinhadas Comerciais
· Verificar os componentes (umidade, proteína, extrato etéreo, fibra bruta, matéria
mineral, cálcio e fósforo), prazo de validade, conservação no setor de revenda e
armazenamento no criatório.
· Toda a farinhada comercial deve apresentar um bom Premix em sua composição,
desta forma não há necessidade de suplementação (Farinatta Amgercal).
· Evitar misturar com ovos. Prefira umidecer a farinhada, pois assim, não se altera a
composição inicial. Umidecer a farinhada favorece uma nutrição mais completa, sem que
a ave faça a seleção dos ingredientes. Algumas aves consomem farinhadas com
sementes (Farinatta Premium Curió e Bicudo Amgercal), outras espécies não alteram
seu consumo com a presença destas sementes.
· Existem farinhadas próprias para canários vermelhos, que devem ser armazenadas e
manipuladas longe das farinhadas claras, pois a Cantaxantina tem fácil dissipação
(Farinatta Intensive Red Amgercal).
· Podemos melhorar a absorção de alimentos com o uso de Promotores de Crescimento
e de Probióticos nas farinhadas.
Alimentação de filhotes
· Papinhas para filhotes são produtos servidos hidratados, em pequenos volumes.
Devem ser oferecidos frescos, com auxílio de uma colher limpa, tendo o cuidado de
trocá-la a cada alimentação. Deve ser umedecida no momento do trato para que não
fermente. Esta papa pode receber Promotores de crescimento e Probióticos iguais aos
fornecidos para os pais.
· As papinhas comerciais suplementam a alimentação feita pelos país, ou podem ser
usadas como alimento principal para criação de pássaros à mão (Duopass Energet Plus
Amgercal). Devem ser de ótima qualidade nutricional, com proteína em níveis
superiores a 22%.
· Podemos melhorar a absorção de alimentos com o uso de Promotores de Crescimento
e de Probióticos nas farinhadas.
· A ave deve ser limpa após cada alimentação, para evitar sapinho ou Candidiase,
oportunistas da falta de cuidados com os filhotes.
· Filhotes debilitados devem ser hidratados. Usar pequenos volumes oferecidos com
freqüência de 1 em 1 hora, com soluções hidratantes e energéticas (Hidraforte
Amgercal, Frutave Grascon). Devem ainda ser mantidos em local quente (bolsas de
água quente, aquecedores, ou Gaiola enfermaria, Beberçário OxLine). Voltar o filhote ao
contacto com os país, assim que apresentar reação de pedir alimento.
Colorindo as aves
· A Cantaxantina pode ser vermelha e amarela. A dose de cantaxantina recomendada
para aves é de 5-6 gramas para cada kilo de alimento pronto para servir.
· Cantaxantina é o aditivo pigmentante que colore pássaros com fator vermelho ou
amarelo. Seu efeito pode ser intensificado com o uso de produtos que promovem sua
fixação, com realce e brilho da plumagem (Brilliancy Yellow e Brilliancy Red Amgercal).
· Para misturar a Cantaxantina nas farinhadas, faça uma pré-misturada com pequeno
volume da farinhada, para posterior mistura com o volume total de 1kilo. Não deixar a
Cantaxantina em contacto com alimentos quentes, pois ela perde grande parte da sua
ação pigmentante.
· Não fornecer excesso de óleo ou então leite para umidecer a farinhada, pois estes
produtos seguram a Cantaxantina no trato digestivo, fazendo com que ela seja
eliminada nas fezes.
· Suplementação vitamínica sempre auxilía na coloração das penas e na muda de penas
(Brilliancy Yellow e Red Amgercal).
Suplementação Nutricional
Vitaminas
· A suplementação de vitaminas é indicada para pássaros e outras aves nas diversas
fases e situações da criação (Rovital-C Amgercal/ProAve; Frutave Grascon).
· Na muda de penas são fundamentais as vitaminas A, D3 e Biotina, juntamente com os
demais complexos vitamínicos (Vitamina A Amgercal, Vitamina H Biotina Amgercal;
Frutave Grascon). Os complexos são indicados para muda de penas normal, muda de
pena encroada, muda francesa e muda de pena forçada.
· Auxilia no restabelecimento da saúde dos pássaros e das outras aves, submetidos a
situações de stress como por exemplo: campeonatos, retorno de viagens, manuseio dos
pássaros (mudança de instalações, transporte rodoviário e aéreo), desgastes da
reprodução, desgaste da cobertura nos machos, desgaste da postura e criação dos
filhotes nas fêmeas, desgaste físico do desmame, calor e frio excessivos, variações
bruscas de temperatura, deficiências nutricionais, intoxicações, verminoses, vacinações
e após medicações antimicrobianas.
· Suplementa-se aves com baixo consumo de farinhada, semente ou ração, até que
sejam realizados exames específicos por um Veterinário especializado.
· As vitaminas são indicadas nos primeiros dias de vida dos filhotes, na pré-postura com
a finalidade de melhorar a fertilidade de fêmeas e de machos, preparo dos jovens
reprodutores; nos picos de produção, e na manutenção das aves de canto, promovendo
a manutenção das vias respiratórias responsável pela lubrificação e tônus da parede da
seringe (“corda vocal” dos pássaros e aves em geral). A vitamina A e C tem
fundamental ação sobre cordas vocais (Rovital-C Amgercal/ProAve).
· Vitamina A é indicada no auxílio e prevenção de sintomas da deficiência de vitamina A,
como: transtornos do crescimento, da ossificação, alterações de pele e mucosas, baixa
fertilidade, queda de resistência orgânica e cegueira noturna. A vitamina A é essencial
para canários albinos criados em ambientes fechados sem incidência de raios solares
(Vitamina A Amgercal).
· A Vitamina E auxilia na correção e prevenção dos sintomas de deficiência tais como, a
distrofia muscular, diátese exudativa e distúrbios reprodutivos, morte embrionária,
infertilidade de machos e fêmeas, morte na primeira semana de vida. Altos níveis de
vitamina E favorecem a absorção de carotenóides (Cantaxantina), facilitando a
pigmentação de pássaros com fator (Vitamina E Amgercal/Duopass).
· Vitamina H (chamada de Biotina) é indicada no auxílio da correção e prevenção das
deficiências de Biotina, como: o retardo do crescimento, baixa eclosão de ovos, cistos
de penas, quadros gerais de pele e fígado, dermatites nos dedos e nas patas, e fissuras
do bico (Vitamina H - Biotina Amgercal/Duopass).
· Vitaminas do Complexo B fortalecem e agem sobre vários sistema orgânicos das aves,
promove restabelecimento da saúde, auxilia na absorção e ação de outras vitaminas,
principalmente a vitamina E e da Cantaxantina. (Rovital-C; Levedo de Cana Amgercal,
que é veículo também da Vitamina E Amgercal).
· A vitamina B1 (tiamina), pode causar sintomas de deficiência relacionados com
metabolismo de carboidratos, perda de apetite, perda de peso, penas arrepiadas,
dificuldade de locomoção, paralisia de musculatura de pernas, asas e pescoço. Esta
deficiência ocorre em aves jovens, de preferência insetívoras: sabiá, sanhaço, corrupião
etc. A vitamina B2 é a riboflavina, cuja deficiência leva a ave a crescimento retardado,
dedo dos pés curvado, atrofia muscular e asas caídas. Mortalidade de embrião também
ocorre. A vitamina B6 é piridoxina, está relacionada com metabolismo dos aminoácidos.
Sua carência pode causar sintomas neurológicos, até mesmo convulsões. Cobalamina é
a vitamina B12, atua na síntese de ácidos nucléicos (DNA e RNA), no metabolismo de
carboidratos e lipídeos, induzem na carência crescimento retardado, baixa eclosão,
anemia e anomalias congênitas.
Aminoácidos
· Existem 19 aminoácidos essenciais, sendo que 13, devem ser oferecidos na
alimentação, pois as aves não possuem capacidade de sintetizá-los em quantidade
adequada. Alguns aminoácidos tem função específica no desenvolvimento de patologias.
· A Lisina é um aminoácido essencial, fundamental na formação de proteínas, indução
do crescimento, melhora da plumagem, e na prevenção do canibalismo. Metionina é um
aminoácido essencial cuja deficiência pode provocar atraso no crescimento, mau
empenamento, canibalismo, redução da fertilidade e da eclosão de ovos (Lisina e
Metionina Amgercal/Duopass).
· Ao aminoácidos auxiliam na proteção do fígado e prevenção de alterações causadas
por situações de stress.
Minerais
· Os minerais estão presentes nas farinhadas balanceadas, ração, casca de ostra, fosfato
bicálcico, farinha de osso, sal, sulfato e óxido de manganês, carbonato e óxido de zinco,
fosfato de rocha, produtos lácteos, farinha de peixe, pedra calcária bruta e retalhos de
carne.
· A aves necessidade de grande quantidade de cálcio e fósforo (relação de 2:1), para
formação dos ossos e da casca do ovo. Como boa fonte de cálcio temos a pedra calcária
e a casca de ostra. Como fonte de fósforo temos a farinha de osso e o fosfato de rocha,
ou o fosfato bicálcico (MacroMix Amgercal/Duopass).
· Outros minerais: são acrescidos em doses mínimas, o cobre, zinco, manganês e ferro,
etc. O sal é essencial em níveis adequados, sendo altamente tóxico em excesso
(máximo 0,5%).
· A deficiência e o excesso mineral podem interferir nas reações de metabolização de
outros nutrientes. O suplemento de Cálcio e Fósforo na alimentação de pássaros auxilia
na prevenção dos sintomas de sua deficiência, tais como o raquitismo, baixa postura e
eclosão e ovos de casca mole.
Prevenção de Doenças Específicas
Medidas para manutenção do Canto
· A seringe é o órgão fonador das aves, fazendo parte do sistema respiratório. Todo e
qualquer problema de saúde respiratório interfere na voz da ave.
· Para prevenir problemas de rouquidão devemos hidratar a ave em momentos de
sobrecarga de canto A hidratação pode ser elaborada com água de coco diluída em água
mineral (1:2); ou através de produtos comerciais (Hidraforte Amgercal/ProAve). São
indicados para campeonatos, antes e depois dos torneios, evitando o stress e
melhorando sensivelmente a capacidade de canto. Os pássaros que recebem hidratação,
diminuem a permanência nos comedouros durante as provas de canto, melhoras de
forma imediatas, a lubrificação dos tecidos que revestem a seringe, como fazem os
cantores de ópera quando se hidratam nos bastidores antes de cada performance.
Medidas Preventivas gerais e Anti-Stress
Hidratação
· A hidratação mantém o estado de saúde da ave durante e após viagens,
transferências, manuseio intenso ou outro estado que necessite de hidratantes,
energéticos e suplementação vitamínica. (Frutave Grascon, Hidraforte Amgercal). A ave
hidratada revigora-se após as fases de debilidade, doença, susto ou choque térmico;
consegue restabelecer as defesas orgânicas durante os campeonatos, exposições,
períodos de mudanças bruscas de temperatura, doenças gastro-intestinais, durante e
após o tratamento de doenças infecciosas e após uso de antibióticos.
Probióticos
· Probióticos são aditivos para alimentação das aves, elaborados com bactérias e
lactobacillus que auxiliam no bem estar e saúde dos pássaros. Sua ação é de modulação
da flora intestinal das aves, e controlador da proliferação de bactérias e leveduras
patogênicas, que provocam quadros de diarréia. Probióticos formam uma flora intestinal
saudável nos país e posteriormente nos filhotes. Previne a diarréia de ninho, auxilia na
redução da “pinta preta” e na retenção do saco da gema nos filhotes. O uso deve ser
anterior ao nascimento dos filhotes pois prepara a flora do trato digestivo dos pais antes
do nascimento dos filhotes, para que estes já recebam alimento com a flora microbiana
saudável. Sabe-se que os probióticos possuem um efeito promotor de crescimento, bem
como, auxilia na conformação física das aves, formando músculos e reduzindo tecido
gorduroso (ProbLac Plus Amgercal/ProAve).
Promotores de Crescimento:
· Existem substâncias usadas como aditivos alimentares, os ácidos orgânicos, que
incrementam a eficácia alimentar; auxiliam na manutenção da criação nos períodos de
stress, estimulam o sistema imunológico, auxiliam nas respostas vacinais, melhoram a
produção dos ovos, favorecem a conversão alimentar. (Prevent Amgercal/ProAve).
Àcidos orgânicos de altadisponibilidade promovem o controle da flora intestinal, diminui
diarréia, melhora a condição de casca dos ovos, reduzem ovos sujos; controlam o
crescimento de fungo e bactérias dos alimentos; e agem na prevenção e controle da
Salmonelose e Colibacilose das aves.
Prevenção de Doenças Infecto-contagiosas e Parasitárias
Parasitárias (Coccidiose – Verminose)
Coccidiose
· A coccidiose é um protozoário que age destruindo as células da parede do intestino,
reduzindo absorção dos alimentos. Possui alta resistência no meio ambiente, sendo
destruído pelo calor, aplicado nas instalações. Indicamos a realização de exames de
fezes no período de muda e na pré-reprodução. A coccidiose é uma grande causa da
morte de filhotes de primeira semana de vida e filhotes no desmame (NalytH Baby,
Muda e Reprodução Amgercal/ProAve).
· Existem várias medicações úteis para tratamento e controle da coccidiose (Baycox é
curativo, mas não permite que a ave gere imunidade); (Coccinon-Vitasol
Amgercal/ProAve preventivo e curativo, age no dia da exposição do pássaro as
coccidias, tornando-o excelente para uso em momentos de risco de contaminação, como
campeonatos, exposições, feiras, concursos, empréstimos de reprodutores, chegada ao
novo criatório, etc.)
· Nunca indico as Sulfas, pois causam azoospermia (perda de espermatozóides nos
machos).
Verminoses
· Psitacídeos, canários da terra, aves canoras e silvestres, são altamente infestadas por
verminoses. Os canários possuem baixa incidência, porém vale a pena realizar um
controle com exames de fezes anuais.
· Os vermes debilitam as aves, pois reduzem a absorção de nutrientes no trato
digestivo. Alguns vermes agem sobre o aparelho respiratório, abrindo portas de
contaminação para Mycoplasma, e outras bactérias, ou mesmo fungos.
· Para a prevenção, indico a Piperazina (Vermiden Amgercal/ProAve), que controla e
combate os vermes gastrointestinais, com ampla margem de segurança de uso. Outros
vermífugos só podem ser usados verificando-se o grau de contaminação através de
exames parasitológicos anteriores a medicação.
· A higiene ambiental, a troca do fundo da gaiola, e exames preventivos são
importantíssimos para o controle de parasitas.
Piolhos e Ácaros·· Apenas indicam que cuidem para que eles não entrem nas criações,
pois o trabalho que oferecem para seu controle é muito desgastante.
· As aves ficam irritadas, não comem, rejeitam a gala, arrancam penas, os filhotes tem
anemia.
· Na alimentação usamos Sulphur 6CH e Staphisagria 6CH – Produtos Homeopáticos na
dose de 10 gotas em 2 litros de água 10 dias durante o surto.
· Aplique Front-Line spray 1gota no dorso da ave antes de sair para exposições.
Mantenha a ave em quarentena e repita a aplicação quando adentrar com a ave no seu
criatório.
Bacterianas (Peito Seco -Mycoplasmose; Pinta Preta – Salmonelose; diarréia do ninho e
morte do desmame - Colibacilose; Lesões de Pata - Staphylo e Streptococcose)
· São inúmeras as doenças das aves causadas por bactérias. As mais frequentes são:
Pasteurella spp (Cólera Aviária); Salmonella spp (Tifo e Paratifo); Haemophilus spp
(Coriza infecciosa); Clostridium spp (Enterite Necrótica e Ulcerativa); Escherichia coli
(Enterite, Aerosaculite, Peritonite e Septicemia); Staphylococcus spp (Pododermatite,
Dermatite e Artrite), Streptococcus spp (Estreptococose) Clostridium, Erysipela, Borrelia
e Mycoplasma Doença Crônica Respiratória).
· Os sintomas mais comuns de aves com infecções bacterianas são: pododermatite,
coriza, sinusite, artrite infecciosa, infertilidade infecciosa dos machos, ovos brancos,
problemas respiratórios na criação, rouquidão, perda da voz , perda de notas e tons
corretos do canto, Doença Crônica Respiratória, “peito seco” (Mycoplasmose), enterites,
Pinta Preta (Salmonelose); diarréia do ninho e morte do desmame (Colibacilose); lesões
de Pata (Staphylo e Streptococcose), etc.
· O tratamento, prevenção e controle de Mycoplasmose devem ser feitos com tilosina,
de forma estratégica (Nalyt 100 Plus - Nova Fórmula, NalytH Fase Amgercal/ProAve);
pois esta substância tem efeito sobre o agente, sem efeitos colaterais sobre a criação.
· As lesões de patas, a pinta Preta ou Salmonelose e a Colibacilose tem respondido bem
a antibióticos de largo espectro e suplementação nutricional de reforço por longo
período (Ampicilon Amgercal/ProAve; Rovital-C; Frutave Grascon)
· Nas patas anestesiamos e desinfetamos com o Biofenac spray (linha humana),
aplicado 5 vezes ao dia, promovendo bem estar das aves e reduzindo a dor local.
· Medicação Homeopática é dada para casos individualizados.
· Medicações tem agido sobre forma terapêutica e profilática para a Salmonelose e
Colibacilose aviária (Prevent e Ampicilon Amgercal/ProAve).
· Probióticos auxiliam no controle da flora intestinal impedindo que estas bactérias
proliferem.
A Prevenção Estratégica Nutricional é muito importante para atingirmos todo o potencial
de nossos criatórios. Buscamos qualidade alimentar, tratamento e controle de doenças,
com substâncias e manejo de alta tecnologia. Desta forma, conseguimos enquadrar um
Programa de Prevenção atuando nos pontos críticos, respeitando os processos
fisiológicos de desenvolvimento das aves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário